Texto extraído do livro Naturezaterapia: o guia da saúde e autoconhecimento

Para aumentar ou diminuir o tamanho da letra segure a tecla ctrl e vá pressionando + ou -

Projeção da consciência

“Ao invés de acreditar ou não, treine a projeção da consciência e veja a realidade por si mesmo”

Flávio Duarte

   A projeção da consciência é um fenômeno muito antigo, existente desde as primeiras civilizações do planeta. Este fenômeno também é conhecido como viagem espiritual, viagem extrafísica, viagem astral, voo xamânico, experiência fora do corpo e desdobramento. Trata-se da capacidade natural que todos nós temos (se treinarmos) de sairmos temporariamente do nosso corpo físico e visitarmos as dimensões espirituais da vida.

   Muitas religiões e filosofias estudaram e ainda estudam a projeção da consciência, cada uma delas ao seu modo, mas a viagem espiritual não pertence a nenhuma religião ou filosofia específica, pois se trata de um fenômeno:

- inato: é uma capacidade que todos os seres possuem, basta treinar;

- natural: faz parte da natureza, não é algo inventado pelo homem;

- universal: acontece até mesmo com consciências de outros planetas.

 

Pra que serve aprender a sair do corpo?

   A viagem espiritual é o caminho direto para o autoconhecimento, possibilitando o acesso a diversas informações sobre si mesmo, o Universo e a vida. Você pode pesquisar diretamente sobre qualquer tipo de assunto. Exemplo:

- Como é a vida após a “morte”? Eu, por exemplo, não tenho dúvidas que há vida antes e depois da morte, pois já conversei com muitos desencarnados (pessoas “mortas”) e tenho também memórias anteriores ao meu nascimento. Você pode investigar por si mesmo esta questão utilizando a técnica da projeção.

- Como funciona a vida em outros planetas? Através da projeção da consciência você pode voar sem limitações não só pelo planeta inteiro, mas também por todo o Universo. Tenho certeza que há vida em outros planetas, pois já viajei por alguns destes planetas e pessoalmente constatei o fato. Também me lembro de outras vidas em que reencarnei em outros planetas. Todos nós já reencarnamos fora da Terra. Com o desenvolvimento da projeção você começará a lembrar de suas vidas passadas. Em algum lugar do futuro, os seres humanos irão parar de gastar bilhões em dinheiro enviando astronautas em naves espaciais ao espaço e começarão a utilizar a viagem espiritual. É um meio rápido, fácil, simples, seguro e gratuito de conhecer o Universo.

- Existe a reencarnação? Para mim não restam dúvidas que existe, pois já tive tantas provas e já me lembrei de algumas vidas passadas. Utilize a projeção e investigue por si mesmo.

- Contato com familiares desencarnados. Se um familiar seu “morreu”, você pode visitá-lo na dimensão espiritual. A morte é apenas o desligamento do corpo físico. A consciência continua vivendo em outra dimensão.

   O desenvolvimento da projeção da consciência deixa a gente mais maduro diante da vida. Hoje em dia, pra mim tanto faz se um parente morre. A hora que eu quiser eu posso sair do meu corpo e me comunicar da mesma forma como antes. Não há nenhum tipo de tristeza dor ou sofrimento em mim quando algum parente morre.

 

O que você encontrará fora do corpo?

- Se você se concentrar para enxergar a dimensão física, verá pessoas encarnadas (“vivos”) e as coisas da dimensão física;

- Se você se concentrar para ver as dimensões espirituais verá desencarnados (“mortos”), encarnados fora do corpo (com ou sem lucidez a cerca disso);

- Você poderá observar também as energias que emanam de todas as coisas e pessoas;

- Comunidades e cidades espirituais: assim como aqui na dimensão física há grupos de pessoas que se formam para prejudicar certas pessoas e outros que se formam para ajudar o planeta, nas dimensões espirituais funciona da mesma forma. Há grupos de desencarnados que se reúnem com o mesmo objetivo, seja positivo ou negativo. Há comunidades de desencarnados habitando embaixo da terra, na superfície do planeta, acima da Terra orbitando o planeta, no espaço e em outros planetas.

   Quanto aos desencarnados, eles são pessoas que nem você, apenas se desligaram do corpo físico. Há desencarnados de todos os níveis, desde os mais ignorantes até os mais sábios. Há aqueles que querem prejudicar pessoas e aqueles que querem ajudar. Na prática você entenderá isso tudo. O número de desencarnados aqui neste planeta é muito superior ao número de encarnados. Em algum lugar da dimensão física em que não haja ninguém fisicamente, pode haver dezenas de desencarnados.

 

É perigoso realizar a projeção da consciência?

   A primeira coisa que me perguntam quando falo sobre o assunto é se é perigoso. Alguns já chegam afirmando: “Você sabia que é perigoso? Você pode morrer hein. Estou te avisando, sou seu amigo.” Pessoas completamente cegas espirituais dão este tipo de conselho. Não há perigo algum. Você só irá “morrer” no momento em que chegar a hora. O medo da viagem espiritual é fruto de profunda ignorância sobre a própria realidade espiritual.

   Além da necessidade que o corpo tem de através do sono descansar diariamente, executar mecanismos de reparos físicos e promover a desintoxicação celular, o sono serve para que a consciência possa voltar periodicamente para a sua dimensão de origem: a dimensão espiritual. O corpo precisa dormir, a consciência não.

   Quer você esteja consciente disso ou não, quando você dormir hoje e sempre, a sua consciência se desencaixará do seu corpo físico e você estará na dimensão espiritual.               Atualmente, a maioria da humanidade por falta de informação e estímulo, ao invés de usufruir dessa possibilidade, quando chega a hora de dormir a consciência se desencaixa do corpo físico e fica geralmente dormindo ao lado do corpo, o que constitui um grande desperdício. Por isso muitos chamam este planeta de planeta dormitório, pois as pessoas estão dormindo mais do que deveriam. Sair do corpo, todos saem diariamente. Treinando a viagem espiritual você apenas fará isso com mais lucidez.

   O que é perigoso? Sair do corpo e ficar dormindo fora do corpo sem lucidez ou sair do corpo com total lucidez e de olhos bem abertos? De olhos abertos você pode se defender de algum perigo. De olhos fechados você está entregue a sorte. Quando alguém me pergunta se é perigoso desenvolver a projeção da consciência eu respondo que é perigoso não desenvolver, pois quando você está sem lucidez, algum espírito com más intenções pode tentar prejudicar você de alguma forma, como por exemplo, desequilibrando o seu sistema energético e influenciando negativamente os seus pensamentos.

   Uma pergunta que me fazem muito: “Algum espírito pode me prender impedindo que eu volte para o meu corpo?” Não é possível um desencarnado aprisionar você em algum lugar, pois você (fora do corpo) pode atravessar qualquer tipo de parede da dimensão física ou espiritual. Não há barreiras. A sua simples vontade de se deslocar é o suficiente para você ir a qualquer lugar. E também a sua simples vontade de voltar para o corpo é o suficiente para que você retorne imediatamente. Não há com o que se preocupar.

   Sempre que você se projeta com lucidez para fora do corpo com o objetivo de aprender, pesquisar e ajudar os próximos, você estará sempre contando com o amparo, a proteção e a orientação dos espíritos amparadores (também chamados de guias espirituais, mentores, espíritos protetores ou anjos da guarda). Somos pequenas crianças brincando no jardim do Universo. Não fazemos nada sem que alguém mais avançado e desperto na dimensão espiritual tome conta da gente. Mesmo que durante a projeção você não visualize os espíritos amparadores, tenha certeza que eles estão cuidando de você. Muitas vezes eles ficam no anonimato para que você desenvolva a autoconfiança.

   Existem pessoas aqui na terra que passaram uma vida inteira se comprazendo em prejudicar de alguma forma os outros. Quando essas pessoas desencarnam, elas continuam com a ideia de fazer o mal. Com certeza você encontrará nas dimensões espirituais, principalmente próximo a superfície do planeta, espíritos ignorantes, ex-criminosos, ex-assassinos, ex-ladrões que continuam querendo fazer o mal.

   Já me deparei com desencarnados que foram grandes criminosos enquanto vivos, com armas na mão, que tentaram até me dar tiros na dimensão espiritual. Obviamente os tiros não me afetaram em nada, não chegaram a fazer nem ao menos cócegas, pois não é possível matar a consciência. E isto tudo porque eu queria ajudá-los esclarecendo e levando eles para um lugar de tratamento e auxílio espiritual. Muitas vezes quando você quer ajudar desencarnados muito ignorantes, eles podem pensar que você está querendo prejudicá-los, da mesma forma que quando você leva um animal para o veterinário para o próprio bem dele, ele faz de tudo para escapulir.

   Uma pergunta que também me fazem muito é: “ Se eu sair do meu corpo e for para longe, algum espírito pode entrar no meu corpo e eu não conseguir mais voltar?” Não, isso não é possível. Para abordar esta questão teremos que falar sobre a possessão e a incorporação.

   Quanto aos casos de possessão, o que acontece é o seguinte. A dimensão astral do planeta Terra (principalmente na superfície) possui muitos espíritos ignorantes, doentes, imaturos, malfazejos, desequilibrados, viciados (todas as pessoas desequilibradas que desencarnam aqui no planeta Terra geralmente ficam perambulando na dimensão astral, até mesmo transitando perto dos ainda encarnados, pois muitos espíritos ainda estão apegados as ilusões da matéria).

   Se uma pessoa encarnada estiver numa vibração de muito desequilíbrio, mas muito mesmo (drogas, prostituição frequente, crimes, assassinatos, maldades extremas, loucuras, etc), os desencarnados desequilibrados vão se aproximar por afinidade mental. Para um encarnado que está nesse nível de desequilíbrio, a sua saúde mental é muito fraca. Então estes desencarnados podem se aproveitar para se aproximar e comandar certas ações deste encarnado como por exemplo falar, cuspir, xingar, etc. Neste caso, a afinidade energética e mental entre encarnado/desencarnado é tão grande e este encarnado está tão debilitado mentalmente que a possessão pode acontecer. A pessoa que está nesta condições, muito obsediada, precisa de ajuda especializada.

   Porém, nos muitos casos de possessão não há a ação de espíritos, a pessoa simplesmente tem uma mente tão conturbada que ela imagina que está sendo possuída por algum espírito mau e então fica gritando.

   A possessão nunca acontecerá com uma pessoa que está interessada em desenvolver a própria consciência e obter lucidez espiritual, objetivando o autoconhecimento e sempre no intuito de utilizar a projeção para objetivos nobres e éticos, como por exemplo, se conhecer, conhecer o Universo e praticar o bem. Quando você está nesta vibração positiva, você atrai espíritos protetores que ajudarão e protegerão o seu desenvolvimento, ensinando muitas coisas a você. E quando você está nesta vibração positiva você tem muito mais energia e poder mental que qualquer espírito desequilibrado.

   Nos casos de incorporação, muito divulgado pelo espiritismo e umbanda, há pessoas que realmente são médiuns, que saem do corpo por vontade própria e permitem que algum espírito fale através do seu corpo físico. Porém, acontece que muitas pessoas ficam impressionadas com os fenômenos espíritas e acham que estão incorporadas por algum espírito guia, mas não estão, é apenas imaginação. Olhando pela clarividência você não encontrará nenhum espírito próximo dessa pessoa. Muitas pessoas se enganam e enganam os outros para obter aplausos pela sua “magnífica mediunidade”.

   Nem na possessão, nem na incorporação, um espírito entra completamente no corpo de alguém, ele pode apenas se aproximar. As ligações energéticas entre um encarnado e o seu corpo físico são tão grandes que só é possível o encaixamento perfeito entre os dois e não com um desencarnado. Nos casos reais de incorporação, também chamado de psicofonia, o que ocorre é apenas a aproximação de algum espírito no corpo do médium. Um espírito pode se aproximar neste caso se houver cooperação do médium, mas entrar totalmente só o dono do corpo.

   Outro assunto interessante na viagem astral é que esteja onde você estiver fora do corpo físico (perto ou longe), você terá sempre noção do que está acontecendo com o seu corpo físico e nas proximidades dele, tanto da dimensão física quanto das dimensões espirituais. Isso tudo por causa das conexões energéticas (cordão de prata) entre o corpo astral e o corpo físico. Se por exemplo acontecer um barulho perto do seu corpo físico, você escutará imediatamente. Se algum espírito se aproximar do ambiente onde o seu corpo físico está, você saberá também imediatamente.

 

Sonambulismo extrafísico

   Atualmente a quantidade de sonâmbulos extrafísicos neste planeta é muito grande. Muitas pessoas até chegam a desempenhar alguma ação na dimensão extrafísica, ou seja, fora do corpo, mas totalmente sem consciência de que estão fora do corpo.

   Já presenciei casos curiosos: Uma vez eu fui dormir as 23:00 horas. Sai do meu corpo físico com total lucidez e fui voando até a praia. Chegando lá, vi a seguinte cena: havia uma pessoa fora do corpo, de sunga, correndo na praia, imaginando que era dia. Atrás dele cuidando para que ele não fizesse muita besteira havia um espírito amparador.

   Fiquei observando essa cena e vi que era um hábito para ele correr na praia diariamente. Então quando ele foi dormir, ele saiu do corpo e executou o mesmo hábito de rotina, mas sem lucidez que estava fora do corpo. Olhando esta cena eu pensei: vou fazer uma experiência. Apareci na frente dessa pessoa e comecei a transmitir energias para ele, com a intenção de que ele tomasse consciência de que estava fora do corpo. Ele tomou consciência disso, mas como já era muito tarde da noite, na dimensão física não havia ninguém por perto e como ele já possuía a idade aproximada de 40 anos sem nunca ter estado com lucidez fora do corpo, ele ficou desesperado sem entender o que estava acontecendo. Chegou um momento em que ele caiu no chão e dormiu. Fui seguindo o cordão de prata dele até onde estava o corpo físico dele (a 2 quadras da praia) e vi que o corpo dele estava dormindo no quarto dele, mas a consciência estava na praia na dimensão astral dormindo.

   Além desse caso, já presenciei diversos outros casos de pessoas que quando dormem saem do corpo, mas sem lucidez a cerca disso e então ficam realizando ações banais.

   O chamado cordão de prata é a reunião das conexões energéticas entre o corpo astral e o corpo físico, que só se rompem com a “morte”. Uma pessoa já me perguntou brincando: “E se alguém chegar com uma tesoura gigante e cortar o meu cordão de prata?” Não tem como acontecer isso, fique tranquilo. As pessoas só morrem quando chega a hora.

O sistema promove a ignorância espiritual

   Atualmente o porcentual de pessoas aqui na Terra que dominam completamente a projeção da consciência é entre 1 a 2 % somente. O sistema de vida que se desenvolveu aqui neste planeta treina as pessoas para serem cegas.

   Veja bem, você começa a sua vida já nascendo sob a tutela de pais na maioria das vezes já cegos espirituais, que já fazem parte do sistema, não possuindo nenhuma vivência espiritual concreta. Invariavelmente os pais estão despreparados para criar os filhos. Quando a criança informa aos pais sobre alguma percepção extrassensorial, na maioria das vezes os pais não dão as melhores instruções. Exemplo: quando a criança vê algum espírito, os pais normalmente procedem da seguinte forma:

- levam a criança para a igreja para o padre benzer porque a criança deve estar com o demônio;

- levam ao psiquiatra porque a criança deve estar com alguma doença mental;

- ou então simplesmente diz para a criança que deve ser imaginação dela, um amiguinho imaginário.

   A criança vai sendo então condicionada desde a infância a se concentrar apenas na dimensão física e a esquecer a dimensão espiritual.

   Quando chega a época dela frequentar a escola, ela passará anos de sua vida aprendendo apenas coisas relacionadas a dimensão física. Todo o treinamento da escola é para que as crianças fiquem focadas apenas na dimensão física. Nenhum professor vai ensinar sobre assuntos espirituais. O sistema educacional entulhará a mente deste jovem de assuntos altamente desnecessários, que o jovem terá que decorar apenas para passar na prova da escola. Depois que passam as provas, a maioria dos assuntos serão esquecidos porque nunca mais serão utilizados.

   Passam-se os anos e o jovem chega à época em que terá que obrigatoriamente trabalhar para ganhar dinheiro, pois na nossa sociedade tudo gira em torno do dinheiro, sem dinheiro você não sobrevive. Então este jovem-adulto terá que trabalhar quase o dia inteiro. E a maioria dos trabalhos aqui neste planeta se relacionam apenas com a dimensão física.

   Este jovem-adulto então começa a namorar, casa e tem filhos. Para sustentar os filhos, este adulto terá que trabalhar ainda mais, o que sobrará menos ainda tempo para o autoconhecimento.

   Quando essa pessoa chega (se chegar) na aposentadoria, depois de cerca de 60, 65 anos focando apenas na dimensão física, então sobra mais tempo para essa pessoa acordar espiritualmente. O que ela faz então? Não consegue ficar sem trabalhar, está viciado no trabalho. Ou então fica assistindo televisão o dia inteiro, jogando baralho ou dominó na praça o dia inteiro, etc.

   O que acontece quando essa pessoa que passou 70 ou 80 anos da sua vida sem experienciar com lucidez a realidade espiritual, focando apenas na dimensão física? O que acontece quando essa pessoa “morre”? Ela fica totalmente desorientada, confusa, sem saber como agir na dimensão espiritual. Ela terá que passar alguns anos se reacostumando com a sua dimensão de origem: a dimensão espiritual. Viemos dela e para ela voltaremos. 

 

Catalepsia projetiva

   Este é um fenômeno que acontece com muitas pessoas e que a partir dessa experiência muitos começam a buscar o autoconhecimento para entender melhor o que se passa. Acontece assim: após a pessoa dormir chega um momento em que ela se vê fora do corpo físico. Diante disso ela se desespera e tenta voltar para dentro do corpo, mas o corpo não responde, permanecendo imóvel. Quem passa por esta experiência tenta até mesmo gritar, mas ninguém escuta. Até que chega o momento depois de alguns segundos de tentativa desesperada de voltar, a pessoa acorda assustada.

   Geralmente este fenômeno acontece promovido por amigos espirituais que ajudam a pessoa a tomar consciência fora do corpo físico, demonstrando que você não é o seu corpo, apenas está temporariamente ligado a ele. E diante desta experiência a pessoa começa a buscar o autoconhecimento.

   Porque quem passa por essa experiência encontra dificuldades em voltar para o corpo e necessita de alguns segundos de tentativas? Porque quando isso acontece a pessoa não tem preparo suficiente, nem informação, o que leva ao desespero e a agitação mental. E com o desespero a pessoa se atrapalha.

   Se você passa por essa experiência com frequência é simples voltar para o corpo. Eis aqui 3 técnicas:

- Se mantenha calmo e deseje aumentar a respiração gradativamente.

- Tente mexer uma pequena parte do seu corpo como um dedo mindinho

- Utilize a autoafirmação, dando um comando a si mesmo: “Eu contarei de 1 até 3. Quando chegar no 3 eu voltarei para o meu corpo”.

   Estas são técnicas apenas para quem está no desespero. Se você está tranquilo não é necessário nenhuma dessas técnicas. Simplesmente reencaixe a sua consciência no seu corpo e tenha a simples vontade de reassumir as funções corporais, isto é o suficiente. A catalepsia projetiva para de acontecer quando você começa a treinar a projeção.

   Há pessoas que relatam durante a saída involuntária do corpo uma grande dificuldade em se movimentar, lentidão, giros descontrolados no ar, etc. Isto se deve ao fato da pessoa não ter ainda o domínio sobre a projeção. na medida em que a pessoa treina, ela vai conseguindo se autocontrolar com mais facilidade.

 

Como realizar a projeção da consciência?

   Existem centenas de métodos de viagem astral, a maioria deles não funcionam muito. Vou explicar o método que eu utilizo e que ensino. Eu chamo de técnica direta projetiva. É simples. Coloque o seu corpo físico numa posição confortável, feche os olhos e imagine que você está saindo do seu corpo e vai viajar espiritualmente. De vez em quando, durante este exercício afirme mentalmente fora do corpo: “Eu estou aqui na dimensão espiritual fora do meu corpo físico. O meu corpo está ali deitado.” Se concentre para tentar perceber as coisas tanto da dimensão física como da dimensão espiritual do lugar que você escolheu para ir projetado.

   Comece se projetando para lugares pertos. Exemplo: Se você irá deixar o seu corpo deitado no seu quarto de dormir, imagine que você saiu do seu corpo e foi para a sala ou a cozinha. Tente perceber como estão as coisas lá. Dê uma volta completa na sua casa, se esforçando para tentar perceber cada detalhe da dimensão física e também das dimensões espirituais (ex: energias, desencarnados, etc). Depois de você criar coragem, tente ir a lugares mais longes, como por exemplo, a sua rua, uma praça, um clube, a casa de um amigo ou familiar, outro bairro, país, continente ou até mesmo outro planeta. Não há limites de onde você pode ir. Você tem o Universo inteiro para conhecer.

   Uma técnica que ajuda a se soltar é quando você está imaginando que está fora do corpo, dar um giro vagarosamente de 360º ao redor da sua própria consciência (não é para dar uma volta a redor do seu corpo físico, mas sim ao redor da sua própria consciência fora do corpo) e ir observando o que você consegue perceber tanto da dimensão física (todos os objetos do ambiente nos mínimos detalhes) quanto da espiritual (se há algum desencarnado por perto, por exemplo). Sempre que espiritualmente você for a algum lugar diferente faça isso, pois ajudará a se soltar.

   De tanto imaginar que você está fora do corpo chegará um momento em que você realmente estará na dimensão espiritual.

   Um bom treino é você se projetar e tentar ver como estão as coisas na dimensão física de um lugar, observando os mínimos detalhes. Depois você volta para o corpo e vai lá fisicamente para conferir se a sua percepção foi correta. No inicio você imaginará muita coisa inexistente. Depois você vai começando a distinguir o que é real do que é a sua imaginação.

   No início será mais fácil de você se imaginar estando em lugares em que você já esteve fisicamente (dentro do corpo), pois assim você poderá ser ajudado pela memória que você tem deste ambiente. Depois tente se projetar para lugares em que você nunca tenha estado fisicamente.

   Um bom exercício é sempre que você estiver se imaginando fora do corpo em algum lugar tentar se concentrar para perceber se há algum espírito neste ambiente. Se encontrar, tente perceber, antes de tentar um contato, as seguintes questões:

- porque ele está ali?

- quais são as intenções dele? positivas ou negativas?

- ele sabe que morreu e está consciente em relação a isso? ou está confuso com o processo da sua morte?

- precisa de ajuda ou está ajudando alguém?

   A sua simples vontade de obter informações sobre um espírito faz com que você comece a saber a respeito dele. E com isso você sabe a melhor maneira de interagir (se quiser).

   Como você pode ajudar um espírito desequilibrado se você encontrar um? Basicamente com duas coisas: transmissão de energias e esclarecimento. E sempre que for ajudar, entre em contato com os seu amigos espirituais através do pensamento (todos nós temos). Na maioria das vezes os espíritos amparadores os encaminharão para alguma colônia espiritual para tratamento e esclarecimento.

   Não espere grandes resultados nas primeiras tentativas. Aprender a viajar espiritualmente é que nem aprender a tocar piano. Será muito difícil nas primeiras vezes, você terá que treinar diariamente. Reserve pelo menos uma hora do seu dia para utilizar esta técnica e desenvolver a projeção da consciência. Se você não tiver uma hora por dia, tente pelo menos 20 ou 30 minutos. O importante é treinar diariamente. Se você tem mais tempo, então treine por mais tempo. Tente esta técnica por pelo menos três meses diariamente, 1 hora por dia, antes de desistir. A paciência, a perseverança e a disciplina são fundamentais para alcançar o domínio da projeção.

   Quando você for dormir, utilize a técnica para se projetar também. No começo você sairá do corpo e dormirá na dimensão espiritual em poucos minutos. Mas com o passar dos meses treinando, você irá aumentar o tempo de lucidez, até chegar ao ponto em que você ficará lúcido fora do corpo durante todo o tempo de sono, sem a necessidade de dormir ou sonhar.

   Não deixe para tentar a projeção da consciência somente na hora de dormir, pois você não terá um bom rendimento. O principal é tentar durante o dia quando você não está com sono, porque a noite você já está programado psicologicamente por muitos anos para apenas dormir e não experienciar as dimensões extrafísicas. Como o sistema educacional deste planeta nos fornece nenhuma informação espiritual e faz com que nós nos concentremos exclusivamente na dimensão física, as pessoas acabam acreditando que são apenas o corpo físico e pensam que a hora do sono é para se auto desligar, para que haja um repouso para as tarefas do dia seguinte. Demora alguns meses para você se reprogramar mentalmente. O corpo precisa dormir, você não. A hora do sono é uma oportunidade para que a consciência volte para as dimensões espirituais.

 

 O que pode ajudar a realizar a projeção?

- Cristalterapia (capítulo 20);

- Informação: é fundamental adquirir mais informação sobre o assunto. Ler livros sérios, entrar em contato com projetores mais experientes, estudar, trocar informações, se reunir com pessoas que queiram estudar seriamente o assunto;

- Cuidar da saúde é fundamental: se o corpo físico estiver muito debilitado será mais difícil você conseguir se projetar. Não que seja impossível se projetar com uma saúde ruim, apenas será mais difícil. Este livro aborda um pouco sobre os cuidados gerais que devemos ter com a nossa saúde;

- Autotransmissão e Transmissão de Energias Vitais (T.E.V.) (capítulo 18): além de melhorar a saúde em todos os aspectos, ajuda muito na realização da viagem espiritual;

- Todas as meditações do capítulo 17;

- Movimentação das energias (capítulo19);

 

Assistência e pesquisa

   Sempre que você se projetar tenha sempre em mente estes dois objetivos:

- Assistência: isto significa ajudar tanto encarnados como desencarnados. A quantidade de pessoas que precisam de ajuda neste planeta é muito grande. Quando você se projeta você pode utilizar esta oportunidade para também ajudar;

- Pesquisa: A projeção é o método direto para você se autoconhecer e conhecer o próprio universo. Quanto mais sabedoria menos sofrimento.

   Ajudar é mais importante que pesquisar. Sempre que você ajuda alguém, você também aprende muito. Como ajudar as pessoas através da projeção? Você pode por exemplo, transmitir energias com a intenção de reequilibrar (tanto encarnados como desencarnados), esclarecer e inspirar bons pensamentos, etc.

 

Ética

   A projeção da consciência é para pessoas maduras. A ética é muito importante. Utilize sempre a projeção para propósitos elevados, altruístas e positivos, sempre visando o bem. É até possível utilizar a projeção para prejudicar os outros de alguma forma, mas tudo há consequências. É a lei da ação e reação. Uma ação negativa e antiética tem um resultado negativo para você mesmo.

   Se você quiser se desenvolver na projeção esteja sempre pautado na ética, no respeito e com o foco na assistência e no autoconhecimento. Este é o único meio de atrair espíritos amparadores que irão ajudar você no seu desenvolvimento. Pelo contrário, você atrairá espíritos maus que atrapalharão o seu caminho.

   Na nossa sociedade atual existe o conceito de propriedade privada, o que faz com que você se iluda pensando ser dono de um pequeno pedaço de terra, onde você é quem permite quem pode entrar. Mas espiritualmente não é assim que funciona. Fora do corpo percebemos que o Universo inteiro é a nossa casa e nós temos o direito de ir a qualquer lugar do Universo. Se você abrir a sua clarividência na sua casa verá vários espíritos.

   Você tem o direito de ir fora do corpo até a casa do seu vizinho sem que ele saiba, mas se você utilizar isso de modo antiético, com falta de respeito, invadindo a privacidade da outra pessoa para tirar algum tipo de vantagem pessoal ou ficar espionando a vida dos outros, isto terá consequências negativas para você mesmo. Tudo há consequências. A consequência de uma ação antiética é desastrosa para quem a pratica. Lembre-se sempre da assistência e da pesquisa.

 

Proteção da casa

   Proteger energeticamente a sua casa é muito importante, pois garante uma projeção tranquila, livre da interferência de espíritos desequilibrados e ignorantes. É muito simples: por 5 ou 10 minutos diariamente transmita energias benéficas para todos os ambientes da sua casa e para todas as pessoas que moram com você (se houver), mentalizando um belo sol que irradia paz, saúde, harmonia, amor e bem-estar, tanto para o ambiente, como para seus familiares.

   Transmita energias também para todos os desencarnados que por ventura estiverem na sua casa, solicitando o amparo espiritual das consciências iluminadas (também chamados de guias espirituais, espíritos protetores, amigos espirituais, etc) para que possam encaminhá-los para uma cidade espiritual, se for o caso.

   Além disso, é claro que é fundamental manter diariamente uma vibração sadia, tendo ações, pensamentos e sentimentos benéficos para você mesmo e para os que estão ao seu redor. Se você pensa diariamente em um determinado assunto (seja qual for, positivo ou negativo) você atrairá para perto de si espíritos que pensam parecido e que irão gostar de estar perto de você simplesmente por afinidade mental.

   Se você é viciado, por exemplo, em pensar em sexo o dia inteiro, vivendo intensamente a promiscuidade (mesmo que seja somente pelo pensamento) você atrairá espíritos na mesma frequência que enquanto vivos foram viciados em sexo e depois que morreram, em vez de experienciar prazeres mais elevados nas dimensões espirituais, ficaram vagando aqui perto da dimensão física, tentando ainda saciar seus desejos mentais.

   Sexo não é algo ruim ou maléfico, pelo contrário. Não é necessário ser celibatário para desenvolver a projeção da consciência. Se você possui uma relação harmoniosa, baseada no amor, isso será benéfico. Sempre que quiser fazer sexo com a sua parceira(o) isto será um ato amoroso que beneficiará energeticamente vocês dois. O que prejudica é frequentar prostíbulos, ser viciado em pornografia, pensar em sexo com todas as pessoas que passam perto de você na rua, etc, essas atitudes atrairão espíritos viciados sexualmente. Então é bom escolher melhor os pensamentos

 

Corpo astral e corpo mental

   O corpo físico é apenas um dos veículos de manifestação da consciência. Existem diversas dimensões da vida coexistindo no mesmo lugar. Para estarmos aqui na dimensão física é necessária a utilização do nosso corpo físico. Para atuarmos na dimensão astral (através da projeção da consciência) é necessária a utilização do nosso corpo astral. Para viajarmos pela dimensão mental, teremos que utilizar o nosso corpo mental.

   No nosso dia a dia estes nossos veículos conscienciais ficam encaixados, sobrepostos ao corpo físico, cada um na sua dimensão. Quando você realiza uma projeção da consciência na dimensão astral, o seu corpo astral se desencaixa do seu corpo físico para que você possa experienciar a dimensão astral. Quando você irá viajar na dimensão mental, o seu corpo mental se desencaixa e você viaja pela dimensão mental. Quando você volta para o corpo, estes veículos se reencaixam.

   O corpo astral é uma cópia mais elaborada do corpo físico. A dimensão astral é um cópia mais elaborada da dimensão física. O corpo mental não tem uma forma parecida com a que nós estamos acostumados aqui na dimensão física. Ele é uma espécie de bola de energia luminosa.

   Um ponto interessante a se considerar quanto ao corpo astral é que ele pode se transformar em qualquer coisa que você queira. Se o seu corpo físico não tem perna e você sai do corpo e utiliza o corpo astral, você pode imaginar que o seu corpo astral tem pernas normais e então ele obedecerá a sua vontade. Se você tem cabelo curto você pode se projetar e plasmar no seu corpo astral um cabelo grande. O corpo astral pode assumir o tamanho que você desejar, desde um tamanho muito pequeno como o de um átomo, ou um tamanho muito grande como o de um prédio. Não há limites.

   O corpo astral pode até mesmo se transformar em outra pessoa. Um espírito com um pouco mais de informação pode querer enganar você se fazendo passar por Jesus, Buda, Krishna, etc e dar os conselhos mais idiotas possíveis com a única razão de enganar e rir da sua cara depois. Se aqui na dimensão física tem gente que gosta de enganar e passar os outros para trás, na dimensão espiritual também há bastante.

   Como você consegue identificar então se o espírito que você está falando está se disfarçando de outra pessoa? Pelas energias, pelo o conteúdo da conversa e pelas intenções do espírito. Na dúvida, transmita energias a ele. Com a prática você conseguirá com facilidade identificar.

   Nas primeiras tentativas não se preocupe sobre qual veículo de manifestação você irá utilizar, se será o corpo astral ou o mental. Nas primeiras vezes certamente você utilizará o corpo astral e visitará a dimensão astral. Depois de alguns meses de prática na dimensão astral, tente a projeção mental.                A “morte” é apenas o processo de desligamento do corpo físico. A consciência continua existindo e utilizando o corpo astral e o corpo mental. Quando chega a hora dela voltar a experienciar a dimensão física para aprender certas coisas, ela se religa a um novo corpo físico.

   Há um momento na caminhada espiritual da consciência depois de inúmeras reencarnações e uma série de etapas de aprendizado, em que ela não precisará mais reencarnar, não havendo mais a necessidade de se religar a um novo corpo físico.

 

Desobsessão

   Todas as práticas deste livro ajudam também a promover a desobsessão, ou seja, o afastamento de espíritos que prejudicam você de alguma forma.

   No mesmo espaços há diversas dimensões coexistindo simultaneamente. Quando as pessoas desencarnam (“morrem”, se desligam do corpo físico), elas podem continuar frequentando a dimensão física, mas em corpo astral.

   Uma pessoa que passou, por exemplo, uma vida inteira cultivando a maldade, passando os outros para traz, roubando, fazendo o mal, quando esta pessoa desencarna, ela continua com aquele mesmo padrão de maldade, não muda.

   Como existe a possibilidade dela transitar pela dimensão física em espírito é normal que ela se sinta atraída a ficar perto dos encarnados (aqueles que ainda estão ligados a um corpo) que possuam a mesma vibração que ela. Assim, através dos encarnados ela pode continuar desempenhando os mesmos atos que ela fazia enquanto encarnada.

   Uma pessoa que desencarnou tendo o vício de, por exemplo, cigarro, álcool, drogas, sexo promíscuo, pornografia, esbórnia, jogos de azar, etc, quando essa pessoa desencarna, ela continua com os mesmos vícios na dimensão espiritual e em vez dela visitar comunidades espirituais, aprender sobre si mesmo ou se tratar, ela sente necessidade de ficar transitando na dimensão física, acompanhando os encarnados que possuem os mesmos vícios.

   Através da clarividência já vi pessoas encarnadas fumando e do lado alguns desencarnados fumando junto. A cada tragada que o encarnado dava, os desencarnados se aproximavam de sua boca e sugavam a fumaça (a parte energética da fumaça), para desta forma tentar saciar o vício.

   Se uma pessoa viciada em cigarro, por exemplo, querer parar de fumar, além de ter que superar a dependência química que o cigarro provoca, ela terá que fazer um grande esforço para resistir as induções mentais dos desencarnados que acompanham. O encarnado pode querer parar de fumar, mas os desencarnados que acompanham podem não querer e através da indução de pensamentos fazer o encarnando pensar: “Ah, só mais um cigarro. Não faz tanto mal, vai morrer de qualquer jeito...”.

   Existem diversos tipos de desencarnados obsessores (aqueles que prejudicam de alguma forma as pessoas). Existem os desencarnados que foram viciados enquanto vivos e que se aproximam dos encarnados para tentar desta forma continuar com seus vícios. Também há os inimigos extrafísicos. Exemplo: você faz muito mal para uma pessoa. Essa pessoa pode desencarnar com uma raiva tão grande de você, que ela pode ficar na dimensão espiritual fazendo o máximo para atrapalhar a sua vida, através da indução de pensamentos doentios. Ela pode até mesmo tentar atrapalhar as pessoas que vivem com você, para de tabela afetá-lo.

   Digamos que a duas reencarnações atrás você prejudicou seriamente uma pessoa. Você já encarnou, desencarnou, reencarnou, mas esta pessoa ficou na dimensão espiritual ainda com aquela mágoa lá de traz. E nesta sua vida atual este espírito consegue localizar você na dimensão física. Este pessoa pode querer se vingar de você através da indução de pensamentos negativos. Ela pode até mesmo ficar induzindo na sua mente pensamentos de suicídio. Muita gente se suicida por indução de pensamentos doentios de desencarnados desequilibrados.

   Quando as pessoas desencarnam, elas ficam um período na dimensão espiritual, até que chega um momento em que elas se religam a um novo corpo físico, ou seja, reencarnam. Um recurso muito utilizado pelos espíritos amparadores que orientam o nosso desenvolvimento é o esquecimento das vidas pretéritas, que é muito bom porque permite a reparação de erros de outras vidas, ficando a pessoa assim com a consciência tranquila.

   Imagine se você tivesse a memória integral de suas vidas passadas e soubesse que já roubou, matou, estuprou, assassinou, etc. Isso exige um bom nível de autoconhecimento para saber lidar com estas informações. É necessário estar bem claro que errar todos nós erramos. Já fizemos muitas besteiras em nossas vidas passadas, não existem pessoas santas aqui na terra.

   Somos pequenas crianças brincando no jardim do Universo. Estamos em aprendizado. Por mais grave que seja alguma coisa que você tenha feito no passado, até mesmo se você matou uma pessoa, isto aos olhos do Universo não é tão grave assim, é apenas um ato infantil e imaturo. Veja só, matar uma pessoa? Mas a morte não existe, esta pessoa depois de “morta” irá continuar vivendo na dimensão espiritual podendo continuar querendo atrapalhar o seu caminho. Você não resolve nada matando uma pessoa, só piora as coisas.

   A sabedoria está em fazer o maior número de ações positivas possíveis e ajudar as pessoas o máximo que nós pudermos. Gentileza gera gentileza. Uma ação positiva apaga uma ação negativa.

   Muitas vezes o espírito se programa para reencarnar na mesma família de alguém que teve um desentendimento grave em uma vida passada, para que haja uma chance de reconciliação. 

   Falando mais sobre os espíritos obsessores, existem também espíritos que acham que estão ajudando muito as pessoas, mas no fundo estão é prejudicando, como por exemplo, os espíritos religiosos fanáticos. Se uma pessoa passa a vida inteira com fanatismo religioso, ela desencarna com as mesmas crenças, não muda. Se você der uma brecha, estes desencarnados podem tentar através da indução de pensamentos convencer você de uma série de bobagens religiosas fazendo com que você se mantenha na ignorância espiritual.

   Todas as práticas contidas neste livro fazem com que você fique protegido energeticamente contra o acesso de espíritos desequilibrados e encarnados mal intencionados. Existem encarnados que também são grandes obsessores. Utilizam, por exemplo, a projeção astral para manipular as pessoas, fazer com que elas atendam aos seus próprios interesses.

   Os espíritos desequilibrados se afastam quando você faz alguma prática deste livro, porque a sua vibração fica tão alta, o seu campo energético fica tão harmonioso e iluminado, que os espíritos desarmônicos não suportam, eles têm medo da luz. Para as consciências que se acostumaram por tanto tempo a viverem na desarmonia, na vibração baixa, na ignorância, quando você acende uma luz na própria aura, eles não se sentem a vontade de estar na sua presença e vão embora. Somente os espíritos que vibram no amor, na paz, no respeito, na ética é que gostarão da sua presença.

   O mais importante para se manter protegido de obsessores é o cultivo de hábitos de vida saudáveis e de virtudes como a paz, a ética, o respeito, a tolerância, a não violência e principalmente o amor ao próximo. Quando você irradia amor, você eleva ao máximo a sua vibração e com isso você acaba atraindo espíritos amparadores, que protegerão você, trarão esclarecimento e ajuda tanto para você quanto para os obsessores.

             

Kundalini

   Além do efeito equilibrador, harmonizador, além do efeito benéfico e terapêutico para a saúde em todos os níveis do seu ser, as práticas deste livro são poderosos exercícios para despertar a Kundalini de maneira gradual e segura (depois é claro de muita prática). Não será em um dia que você conseguirá se iluminar por completo, o despertar é gradual.

   A kundalini é uma energia que atualmente na maioria das pessoas do planeta Terra está adormecida, com pouca atividade. Quando você começa a realizar as práticas deste livro, depois de algum tempo, o fluxo da kundalini começa a aumentar e você começa a sentir uma sensação de energia começando pelos pés, subindo pelas pernas e coluna, até alcançar a cabeça. Este canal energético na Índia é chamado de sushumná e na China de du mai.

   Pessoas que não tem o mínimo autoconhecimento adoram propagar boatos como: “Não mexa com a kundalini, isto é muito perigoso...”. Estas pessoas que não enxergam um palmo a frente adoram desinformar. A kundalini é como a seiva da árvore. Uma árvore que não tem seiva é algo morto e feio. Quando você andar na rua dos grandes centros urbanos, olhe as pessoas ao redor, elas parecem estar mortas, sem energia e vitalidade, são mendigos espirituais.

   Ao começar a realizar as práticas deste livro a sua kundalini começará naturalmente a subir. Não há perigo algum, fique tranquilo. Você apenas irá aos poucos acordar para a sua natureza divina, para o êxtase, para a felicidade, o amor, o autoconhecimento, a onipotência, a onisciência e a onipresença. 

   Se alguma vez durante a sua vida você já sentiu uma vibração ou pressão no meio da testa, na região conhecida como o 3º olho, isto pode ter sido uma pequena percepção deste centro energético. Se isto aconteceu foi porque a kundalini neste momento estava um pouco mais ativa.

   Se alguma vez depois de um certo relaxamento você sentiu uma expansão como se você fosse muito maior que o seu corpo, isto foi porque neste momento a kundalini estava um pouco mais ativa, o que fez com que a sua consciência pudesse se desprender um pouco do corpo físico e acessar um pouco da dimensão espiritual. Este fenômeno também é conhecido como balonamento.

   Se alguma vez você já teve algum tipo de percepção extrassensorial, clarividência (enxergar espíritos, energias ou dimensões espirituais), clariaudiência (escutar sons provindos das dimensões espirituais), isto foi porque neste momento a sua kundalini estava um pouco mais ativa. Não há percepção extrassensorial, parapsiquismo, mediunidade, projeção da consciência ou qualquer fenômeno paranormal sem o despertamento da Kundalini. Quando a kundalini se desperta por completo a pessoa atinge a iluminação.

   O certo seria que todos tivessem a kundalini desperta, pois isto faz parte de um organismo saudável. O problema é que o modo de vida da nossa sociedade de uma maneira geral é doentio e antinatural. Há falta de higiene, alimentação prejudicial, vícios destrutivos, sedentarismo, poluição do ar, da água, poluição sonora, excesso de trabalho, falta de descanso, estresse mental, falta de contato com a natureza, falta de informação espiritual, lideres religiosos cegos, etc. São inúmeros fatores que debilitam a saúde, estressam o organismo e causam bloqueios energéticos, fazendo com que a kundalini fique quase inativa.

   Outro assunto a se considerar quando falamos sobre kundalini é o sexo. Quando a kundalini sobe pelo sushumná, ela vai ativando os diversos chakras (centros energéticos que fazem parte da nossa anatomia energética). E logo no início ela passa por chakras que estão ligados a sexualidade.

   Pode ser que em algum momento, com a ativação da kundalini, você sinta uma certa excitação genital. Isto é normal que aconteça e significa que está ocorrendo alguns desbloqueios energéticos, fazendo com que a sua sexualidade ocorra de maneira sadia. Não será nenhum tipo de excitação incontrolável, mas apenas uma ativação das funções corporais fisiológicas e naturais.

   Sexo é natural. Negar o sexo é negar a própria vida. Se você é contra o sexo, a kundalini não poderá fluir ascendentemente. Se você é contra o prazer sexual, não há como alcançar o prazer da iluminação. Não há como a kundalini subir pelas pernas e pular os centros de prazer sexual.

   Só é possível sublimar ou transcender o sexo se você aceitá-lo como parte da sua própria natureza. Apenas tenha o cuidado com as doenças sexualmente transmissíveis e o risco de engravidar. A camisinha existe para isso. Se você não encontrar alguém para um relacionamento saudável, a masturbação não é um pecado.

   Sempre que você é muito contra ou muito a favor de alguma coisa, você se torna obsecado por esta coisa, a sua mente pensará muito neste assunto. Apenas aceite a energia sexual. Não brigue com ela, não seja contra. Por outro lado também não seja a favor, não a idolatre. Apenas aceite a sua natureza. É isso que conduz a iluminação: a aceitação das coisas que são naturais.

   A medida que a iluminação for acontecendo em você, o interesse sexual irá diminuindo até cessar, pois o êxtase da iluminação é tão intenso, você sentirá um prazer tão grande, que não haverá sentido buscar prazer no sexo, pois você encontrou um forma de prazer milhões de vezes mais prazerosa, o prazer da iluminação.

 

A paranormalidade como autopromoção

   Ao longo da história humana, diversas pessoas que conseguiram desenvolver algum tipo de paranormalidade ou parapsiquismo (como a clarividência, a clariaudiência, visão à distância,  projeção da consciência, materialização de objetos e outros fenômenos), se aproveitaram disso para se autopromover, colocando-se como superior, santo, anjo da guarda, guia espiritual, divino, guru onipotente, mãe divina, pai divino, avatar, iluminado, messias, salvador do mundo, enviado por deus ou então o próprio deus em carne e osso que decidiu visitar o planeta Terra para ajudar os pobres mortais. Tal atitude denota um enorme orgulho, vaidade, imaturidade e infantilidade. Tais pessoas fizeram (e ainda há quem faça) de tudo para obter aplausos, reverências, prostrações, saudações e serem reconhecidos como grandiosos, apenas para satisfazer o próprio ego.

   As consciências mais iluminadas que já encontrei foram as mais anônimas, ajudavam milhares de pessoas ao mesmo tempo, sem que essas pessoas soubessem que estavam sendo ajudadas. Quando se é iluminado, não há necessidade de ser reconhecido, você ajuda sem esperar nada em troca. Aquele que faz de tudo para se colocar como muito grandioso e superior é no fundo um grande orgulhoso, vaidoso e imaturo. O verdadeiro iluminado se coloca sempre como igual, nunca superior. O que um conseguiu, todos podem também conseguir, basta treinar.

   Como a maioria da humanidade é cega espiritualmente é fácil enganar as pessoas e conseguir fiéis, devotos, seguidores e discípulos que sigam cegamente a qualquer discurso irracional e meia dúzia de paranormalidades. Tudo há consequências. Quando estes seres “iluminados” morrem, aí é que percebem a grande besteira que fizeram.